top of page
Buscar
  • Foto do escritorChristian Stahler Padilha

Marketing para parcerias; exemplos e processos que facilitam?

Nas redes sociais, normalizou-se o fato de empresas , mesmo que distintas, relacionarem-se umas com outras ou com influencers. atualizações e qualquer outro tipo de novidade para o público através de interações. Para a ocorrência deste evento, precisa somente de uma empresa envolvida, o outro lado da moeda envolvido na negociação pode ser uma pessoa física. A mensagem de divulgação da parceria também pode vir do influencer da situação.


Um exemplo disso é o influencer Casimiro Miguel, que por meio de seu Twitter, rede em que ele é mais ativo com seus seguidores, chegou a anunciar marcando o perfil da Netflix, quando o mesmo chegou a transmitir a série do Neymar em seu canal na Twitch. Vejamos o exemplo abaixo:










Para o Marketing, nessa ocasião, a primeira movimentação veio do influencer e foi repostada pelo foco da série, que é o jogador. Em seguida, a Netflix chegou a receber, mesmo que em um curto período, mais assinantes que preferiam ver a série do Neymar Jr sem a reação do Casimiro.


Aqui foram tratadas duas possibilidades: a versão gratuita que todo mundo poderia assistir, mas que seria um estímulo para assinarem à plataforma.


A segunda, seria pagando e indo ver diretamente. Por sua vez, todos saíram ganhando, o influencer bateu recordes de espectadores assistindo simultaneamente, mesmo em uma plataforma rival da Netflix. Mostra, mesmo que não seja de uma forma explícita, que esses os negócios realizados podem fazer uma espécie de “Marketing oculto.”


Aqui podemos detectar uma semelhança de interesse que cultivou a seleção:


  1. Influencer voltado ao meio esportivo

  2. Documentário sobre jogador

  3. Empresa que abriga documentários em todo o momento


Redes sociais como um meio de divulgação moderno


Nesse mesmo sentido de parcerias, é quase que impossível passar a tela do seu feed sem deparar-se com um influencer fazendo propaganda e ele não necessariamente precisa ter uma conexão com o assunto. No entanto, quando é possível, a conversão de vendas é maior. Uma empresa de refrigerantes não consegue selecionar somente pessoas no mesmo ramo, algo que é bem improvável e poderia ter um rumo mais parcial.



Criação de personalidade



Ao mesmo tempo, os mascotes nas redes sociais atuam como se fossem pessoas e trazem consigo uma personalidade própria e animada - na maioria das vezes - que é um processo facilitador para toda essa questão. Essa prática é mais antiga e continua sendo muito usada com os grandes varejos brasileiros.


Recentemente, a Casas Bahia, firmou uma parceria com o Vini Jr, jogador de futebol. Nas propagandas, aparecia o baianinho, mascote da Casas Bahia, interagindo com o jogador.


Como conclusão, é preciso dizer que os perfis nas redes sociais - quando interagem com o público - não precisam ser mais tão sérios com sua comunicação. Grande parte deles são leves e carinhosos com os fãs, algo que fortalece uma imagem positiva.








Dicas para criar uma parceria:




Para criar uma parceria para sua empresa, primeiro é preciso entender:


  • Preços;

  • Repercussão:

  • Ligação da empresa ou pessoa com o assunto

  • Duração

  • Interação


Tendo em mente essas características, que variam de acordo com o orçamento da empresa e do outro lado, a sua propaganda está sendo analisada de um modo mais certeiro, mesmo que ainda não completo.



2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

留言


Post: Blog2_Post
bottom of page